Publicações OAB-GO

27/09/2018 14:00

Advocacia já recuperou quase R$ 548 mil em anuidade

Lançado em fevereiro deste ano, pela Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (CASAG), o programa “Bumerangue – Anuidade Vai e Volta” já devolveu quase R$ 548 mil à advocacia goiana. Em todo o país, a classe para um valor anual à Ordem que, em Goiás, é de R$ 992,00. O estado, no entanto, é o único a devolver essa taxa integralmente às mãos do advogado, em forma de serviços que vão de engraxataria, manicure e design de sobrancelhas, a cursos profissionalizantes e locação de salas de reunião.

Segundo o presidente da Caixa de Assistência, Rodolfo Otávio Mota, a restituição do valor pago em anuidade da Ordem dos Advogados do Brasil - seção Goiás (OAB/GO) pode ser feita em serviços, cursos e benefícios diversos na CASAG, do Centro de Cultura, Esporte e Lazer da Advocacia (CEL) e da Escola Superior de Advocacia (ESA). “Só no escritório compartilhado o espaço Meu Escritório (ME), foram mais de R$ 25 mil devolvidos às mãos dos advogados e advogadas que utilizaram o programa”, informa o presidente.

No escritório, os profissionais da classe podem utilizar o “Bumerangue” para realizar digitalizações, impressões, cópias, aluguel de salas compartilhadas, aluguel do Espaço Cultural Amália Hermano Teixeira, uso das unidades de trabalho e estacionamento no prédio e no Fórum Civil.

Sucesso desde a inauguração há pouco mais de três meses, a Esmalteria da CASAG já somou mais de R$ 10 mil prestados em serviços de manicure, pedicure, design de sobrancelha e buço. O serviço é realizado por profissionais qualificadas e alto padrão de higiene.

O último serviço a ser inserido no “Bumerangue” foi a Engraxataria. Desde a inclusão, no dia do advogado, 11 de agosto, a quantidade de atendimentos realizados dobrou. O serviço de engraxataria é oferecido na Galeria de Serviços da CASAG, de segunda a sexta-feira em horário comercial.

A advocacia goiana também pode utilizar o programa de devolução da anuidade para aproveitar o CEL da OAB/CASAG). É possível utilizar os créditos do programa para locar dos campos de futebol, o salão de eventos, a capela, e para usar os brinquedos como mini buggy, skate elétrico e patins. 

Conhecimento

Do valor devolvido ao advogado, 50% devem ser utilizados em serviços oferecidos pela CASAG e pelo CEL. Os outros 50% devem ser investidos em conhecimento por meio de cursos e palestras promovidos pela Escola Superior da Advocacia (ESA), parceira da Caixa de Assistência, na criação do programa.

O presidente da ESA, Rafael Lara Martins, explica que um grande número de novos advogados ingressa na profissão anualmente. Mesmo assim, o mercado continua demandando bons profissionais. “O mercado ainda está ávido por profissionais com qualificação. Com o programa “Anuidade Vai e Volta, conseguimos estimular a busca por conhecimento e elevar o nível de qualificação dos nossos colegas advogados e advogadas goianos”, diz Rafael.

Na ESA, os advogados podem utilizar o bumerangue para participar de cursos, palestras, seminários, congressos e outros eventos promovidos pela entidade, exceto cursos de pós-graduação. Mais de 5.400 advogados já usaram os créditos do programa para participar dos serviços oferecidos pela ESA.

O objetivo da CASAG ao criar um programa como o Bumerangue é tornar tangível a contrapartida da taxa anual, paga pela classe. É o que afirma o presidente da Caixa de Assistência, Rodolfo Otávio Mota. “Esse projeto foi desenvolvido como forma de dar aos advogados a oportunidade de administrar o investimento feito por ele na advocacia. Agora, todos os colegas têm de volta o valor da anuidade em serviços importantes para seu dia a dia”.

Anuidade de Volta

O diretor tesoureiro da Caixa da Assistência, Carlos Eduardo Ramos Jubé, explica que, para participar do programa, basta que o advogado esteja em dia com suas obrigações junto à OAB/GO em 2018. “O valor pago pela anuidade é creditado em serviços conforme a opção de pagamento feita pelo profissional, ou seja, se a anuidade foi paga em parcela única, o advogado terá como saldo disponível o valor total pago, mas se o pagamento for parcelado, a cada mês será disponibilizado o valor referente às parcelas pagas”, diz Carlos.

O valor não é cumulativo, ou seja, a anuidade de 2018 não se soma com a de 2019 devendo o crédito ser utilizado dentro do ano corrente. Em ambas as modalidades, os créditos serão divididos igualmente entre os serviços da CASAG, incluindo aqueles oferecidos no Centro de Cultura, Esporte e Lazer (CEL) e da ESA – GO. Ou seja, 50% do valor da anuidade (R$ 496,00) podem ser utilizados pela Casag ou CEL e outros 50% (R$ 496,00) em qualquer serviço oferecido pela ESA.

Compartilhar: