Publicações OAB-GO

20/05/2022 18:00

Goiânia sediará em 2023 a primeira edição das Olimpíadas da Advocacia

Goiânia vai sediar, em 2023, as primeiras Olimpíadas da Advocacia. O anúncio foi feito durante o II Colégio de Presidentes de Caixas de Assistência dos Advogados (CAAs), nesta sexta-feira (20/5), com representantes de todo o país. 

Os últimos eventos esportivos que reuniram a advocacia foram em 2017. Em outras gestões houve três edições de jogos de verão e uma de jogos nacionais. Pensou-se em transformar os jogos em Olimpíadas, mas, com a pandemia, o projeto foi adiado e será concretizado no próximo ano. 

O presidente da Casag, Jacó Coelho, afirmou que o evento congrega a advocacia e promove o bem-estar, importantes para todos após o período crítico e de crise de saúde com a pandemia. 

Há ainda decisões organizacionais a serem tomadas. Mas a escolha da cidade-sede já apresenta algumas soluções. “A escolha de Goiânia partiu muito de uma questão operacional, em função de a cidade ter o clube que abrigará, sem necessidade de contratação específica, quase 90% dos eventos das Olimpíadas”, contou o presidente da Concad, Eduardo Uchôa. 

Os representantes das CAAs presentes no evento debateram as formas de divulgação, o fomento à participação de atletas mulheres, o incentivo à participação de advogados e advogadas em diferentes modalidades esportivas. 

Diretores da CASAG acompanharam o evento. Participaram o presidente Jacó Coelho, a secretária-geral Daniella Kafuri, a secretária-geral adjunta Wanessa Pinheiro e o diretor-tesoureiro Rodrigo Guedes.

Compartilhar: