Publicaš§es OAB-GO

03/04/2020 19:00

Casag faz alerta a advogados com sintomas de coronavÝrus

A Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (CASAG) faz um alerta às advogadas e advogados que sentirem necessidade de protocolar documentos ou resolver outras demandas junto à entidade: evitem, sempre que possível, que seja feita de forma presencial. Caso apresentem sintomas de possível contaminação pelo novo coronavírus ou mesmo qualquer outra síndrome gripal, não se desloquem até a sede da Caixa. A saúde e bem-estar dos nossos colaboradores, assim como da advocacia, é uma preocupação permanente da Casag e estamos atentos às recomendações do Ministério Saúde, restringido a circulação de pessoas nas nossas sedes.

Para que a advocacia não seja prejudicada neste período de quarentena e para facilitar o máximo possível o acesso, diversos serviços podem ser solicitados por meio da plataforma digital do site da Casag (www.casag.org.br). Na página inicial, estão disponíveis os links para serviços como certificação digital, solicitação de auxílio extraordinário, entre outros. Há ainda o e-mail secretariaexecutiva@casag.org.br e o telefone (62) 3933-2300.  Há ainda os canais do SAC CASAG RESOLVE, pelo número 99617-0505 e email comunicacao@casag.org.br. Nossos colaboradores estão treinados para atendê-los.

Vale lembrar também que a CASAG disponibilizou nesta semana um serviço de TELEMEDICINA exclusivo para a advocacia goiana. Através do número 0800-042-0483, é possível tirar todas as dúvidas a respeito do novo coronavírus, bem como receber apoio psicológico e dicas alimentação, higiene e bem-estar, com auxílio de uma equipe multidisciplinar e altamente qualificada.

A transmissão da COVID -19 acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de toque do aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro e objetos ou superfícies contaminadas como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos e teclados de computador etc. Os sintomas mais comuns são febre e/ou tosse, dificuldade para respirar e engolir, falta de olfato e paladar.

Assim, o Ministério da Saúde recomenda que pessoas e parentes de pessoas com doenças que apresentem sintomas como os da gripe fiquem em isolamento por 14 dias. Mesmo entre pessoas saudáveis ou assintomáticas, o chamado distanciamento social é importante para desacelerar a proliferação do vírus. Evitar o contato com outras pessoas em lugares fechados ou aglomerados ajuda a frear a disseminação.

Compartilhar: